• Mimi Zanetti

Mr. Mercedes - Stephen King (resenha)


Que Stephen King é conhecido como um dos atuais mestres do terror, isso é inegável. Porém, o que nem todos sabem é que o autor também escreve outros gêneros, e faz isso extraordinariamente bem. Um exemplo disso é o suspense policial Mr. Mercedes, o primeiro livro da trilogia do detetive aposentado Bill Hodges.


O cenário inicial é uma feira de empregos, em que um homem passa por cima das pessoas que esperavam na fila com um Mercedes roubado, matando uns e ferindo seriamente outros. O crime permanece sem solução até um ano depois, em que o detetive responsável pela investigação já está aposentado e recebe uma correspondência daquele que os jornais intitularam “Mr. Mercedes”, o responsável por todas aquelas mortes. A identidade do vilão não é um mistério, esta é revelada desde o início, para então começar um jogo de gato e rato. Mas quem é o caçador e quem é a caça?


Mr. Mercedes foi lançado em 2014, ganhando uma adaptação em 2017 em forma de série televisiva, no canal americano Audience Network. A temporada de estréia contou com 10 episódios e foi renovada para uma segunda temporada a estrear em 2018.


Muitas adaptações de obras do Stephen King lamentavelmente não fazem jus às versões escritas, como por exemplo a série O Nevoeiro (produzida pela Netflix), que foi cancelada logo após a primeira temporada. Felizmente, Mr. Mercedes conseguiu superar expectativas.



Como todas as adaptações de livros, esta sofreu algumas mudanças. Alguns personagens e situações foram modificados, porém a estrutura principal do enredo não sofreu alterações significativas. O próprio King trabalhou como produtor executivo dos episódios, e a roteirização foi de David E. Kelley (L.A. Law, Boston Legal). A direção ficou por conta de David Bender (Lost, Under the Dome).


O papel do detetive aposentado ficou com o irlandês Brendan Gleeson (o “Olho-Tonto” Moody dos filmes do Harry Potter). Anton Yelchin foi cotado para viver o vilão na adaptação, porém sua morte prematura fez com que fosse substituído por Harry Treadaway, que se destaca pela sua atuação como o perturbado antagonista.


Destaque para a trilha sonora, muito bem adequada às cenas. Em uma delas, Brady está ouvindo Pet Sematary dos Ramones (escrita para o filme Cemitério Maldito, também de Stephen King).


A série Mr. Mercedes retorna em 2018, com uma segunda temporada provavelmente baseada no segundo livro da trilogia de Bill Hodges: Achados e Perdidos.



Sobre o livro

Ano: 2016

Páginas: 400 Idioma: português Editora: Suma de Letras


Sobre a série

Site oficial: Audience Network

País: EUA Idioma: Inglês Data de lançamento: 09 de agosto de 2017

Episódios: 10

Duração: 60 minutos



10 comentários