• Cultista

Música Lovecraftiana: Metallica

Metallica, uma das maiores e mais conhecidas bandas de metal do mundo, também se inspirou nos escritos de H. P. Lovecraft para compor algumas músicas. Confira:



1. The Call Of Ktulu: música instrumental presente no segundo álbum da banda, Ride The Lightning de 1984, tem como inspiração o conto The Call of Cthulhu (O Chamado de Cthulhu) de Lovecraft. O conto foi publicado pela primeira vez na revista Weird Tales em 1928, e fala de uma deidade adormecida em uma cidade perdida chamada R’yleh.


Cthulhu faz parte dos mitos dos Grandes Antigos, e é representado como uma mistura de ser humano, dragão e polvo. É a deidade mais conhecida dos Mitos de Cthulhu.


A música The Call of Ktulu venceu o Grammy em 2001 na categoria “melhor performance de rock instrumental”, presente no álbum ao vivo da banda S&M (1999).


Foi composta por James Hetfield, Lars Ulrich, Cliff Burton (grande fã de Lovecraft) e Dave Mustaine. Ouça a música em sua versão original no Youtube ou sua versão ao vivo com orquestra do álbum S&M.


***


2. Dream No More: mais uma música inspirada no conto The Call of Cthulhu, presente no último álbum de estúdio da banda, Hardwired... to Self-Destruct de 2016. Composta por James Hetfield e Lars Ulrich, sua letra menciona Cthulhu e a loucura que traz consigo.


Veja o clipe oficial da música no Youtube e confira as letras (com tradução).


***


3. The Thing That Should Not Be: “A Coisa Que Não Deveria Ser”, do álbum Master of Puppets de 1986. A música foi composta por James Hetfield, Lars Ulrich e Kirk Hammett, e sua letra menciona O Caos Rastejante (como também é conhecida a deidade Nyarlathotep).


A letra também remete às "crianças híbridas” observando o mar (“Hybrid children watch the sea”), mencionadas em The Shadow over Innsmouth (A Sombra de Innsmouth), que trata de um vilarejo habitado por seres submarinos. Esta foi a única obra de Lovecraft publicada em vida.


Not dead which eternal lies/Strange Aeons even death may die” (Não está morto aquele que eterno jaz/Estranhos éons, até a morte poderá morrer) é um trecho do grimório Necronomicon, criado por Lovecraft e presente em diversas de suas obras. A canção também faz referências à Cthulhu.


Ouça a música no Youtube e confira as letras (com tradução).


***


4. All Nightmare Long: esta música do álbum Death Magnet, de 2008, é baseada no conto The Hounds of Tindalos de Frank Belknap Long, publicado na Weird Tales de 1929 e que integra os Mitos de Cthulhu. A letra fala sobre criaturas predatórias extra dimensionais, capazes de se materializar em qualquer lugar do espaço.


O clipe oficial mostra o evento de Tunguska (explosão factual em 1908 na Rússia, até hoje sem explicação) e o aparecimento de estranhas criaturas fictícias. Confira o vídeo no Youtube e as letras (com tradução).


***


Créditos das imagens: pôster com arte de Richey Beckett e Hound of Tindalos de Manzanedo.