• Cultista

Documentário: Alien Contact: Outer Space



Um assunto me fascina demais é a possível existência seres extraterrestres, e navegando pela Netflix encontrei um documentário que não excede na qualidade mas me agradou, o Alien Contact: Outer Space. Creio ter assistido mais de três vezes, não pela qualidade de informações, mas pela quantidade de tópicos interessantes que mostra ao longo de seus 63 minutos. Listei aqui alguns me interessaram:


A Mensagem de Arecibo


O SETI (sigla para search for extraterrestrial intelligence que pode ser traduzida como busca pela inteligência extraterrestre), com a assistência de Carl Sagan, enviou uma mensagem para o espaço através do radiotelescópio de Arecibo (Porto Rico) em 16 de novembro de 1976.


Seu objetivo era chegar ao Grande Aglomerado Globular de Hércules, que está a uma distância de 25,000 anos luz. A mensagem foi codificada em 1,679 códigos binários, em 23 colunas e 73 linhas, e continha informações básicas sobre a humanidade:



1: números de 01 a 10;

2 elementos do DNA humano (hidrogênio, carbono, nitrogênio, fósforo e oxigênio);

3: fórmulas moleculares dos nucleotídeos (construtores do DNA, RNA e ácidos nucléicos);

4: hélice dupla do DNA e o meio o número de nucleotídeos (na época estimados em 4,4 bilhões, hoje acreditamos que o valor seja de 3,2 bilhões);

5: à esquerda a altura média do ser humano (1,76cm), no centro a figura humana, e à direita o tamanho da população mundial;

6: o Sistema Solar;

7: o telescópio de Arecibo.


Em 2001 foi encontrada uma formação em uma plantação no Reino Unido que sugeria uma resposta dos alienígenas para a mensagem de Arecibo. Para muitos ainda é tida como verdadeira, porém não passa de uma falsificação.



Vale lembrar que quando a mensagem chegar ao seu destino, o destino já terá mudado de lugar, afinal são 25,000 anos luz! Porém não deixa de ser uma tentativa interessante de contato.



KIC 8462852 e a Esfera de Dyson


Também conhecida como Estrela de Tabby e WTF Star (sim, What The Fuck, "que porra é essa" em tradução livre), essa estrela está a aproximadamente 1480 anos-luz da Terra e apresenta uma curva de brilho bem peculiar.


Existiam algumas hipóteses para essa variação, como a possível existência de um anel de poeira em sua órbita, fragmentos de cometas ou sua própria fotosfera. Porém a hipótese mais peculiar era a da existência de uma megaestrutura em volta da estrela chamada Esfera de Dyson.


Essa esfera hipotética foi descrita pelo físico e matemático inglês Freeman Dyson em 1960 em seu ensaio Search for Artificial Stellar Sources of Infrared Radiation (“busca por fontes estelares artificiais de radiação infravermelha”, em tradução livre).


Dyson especulou que tais estruturas seriam a consequência lógica das crescentes necessidades de energia de uma civilização tecnológica, e seriam uma necessidade para sua sobrevivência a longo prazo. Ele propôs que a busca por tais estruturas poderia levar à detecção de vida extraterrestre avançada e inteligente. Diferentes tipos de esferas de Dyson e sua capacidade de coleta de energia corresponderiam aos níveis de avanço tecnológico na escala de Kardashev.” (Traduzido da Wikipedia)



Para a decepção dos entusiastas de civilizações alienígenas, em 2018 foi confirmado pela cientista norte americana Tabetha Boyajian e sua equipe que a variação da luz se deve a uma nuvem de poeira. A equipe da Universidade do Estado da Louisiana observou a estrela entre março de 2016 e dezembro de 2017 e fez tal constatação, porém a origem da poeira permanece um mistério.


Leia mais sobre a descoberta neste artigo da National Geographic Brasil.



Sonda STEREO-B


Para a observação solar, a NASA criou a missão STEREO (Solar TErrestrial RElations Observatory, "observatório de relações terrestre-solar" em tradução livre) lançou duas sondas quase idênticas para a órbita do planeta, a STEREO-A e a STEREO-B.



Em outubro de 2014, a NASA perdeu o contato com a STEREO-B, e a sonda permaneceu silenciosa por dois anos até retomar o contato em 21 de agosto em 2016. Mas o que será que aconteceu com a sonda durante esse tempo em que o contato foi perdido?


De acordo com o documentário, existem teorias conspiratórias de a NASA está encobrindo a verdade e que a sonda esteve sob domínio de extraterrestres durante esse tempo. Uma teoria surreal, mas quem sabe…?



Explosão da SpaceX


Em novembro de 2016, a empresa SpaceX (do bilionário Elon Musk) iria enviar o foguete Falcon 9 ao espaço para o lançamento de um satélite, porém a nave explodiu na base de Cabo Canaveral (Flórida, Estados Unidos) antes mesmo de sair do chão.


As imagens são impressionantes, mas o que chamou mais a atenção de algumas pessoas não foi a descomunal quantidade de fogo gerada, e sim um pequeno artefato que aparece voando “próximo” à nave.


Para alguns teóricos conspiracionistas, o motivo para o desastre pode ter sido um OVNI. Porém, para o empresário Elon Musk pode ter sido sabotagem. O caso segue inconclusivo, então deixo aí o vídeo e as imagens.



E esses foram alguns tópicos abordados no documentário. Acreditando ou não, a verdade continua lá fora… [toca a música de introdução de Arquivo X]



Documentário:

Direção: J. Michael Long

Estreia Mundial: 10 de Outubro de 2017

Duração: 63 minutos


Fontes:

Wikipedia - Search for extraterrestrial intelligence

Wikipedia - Arecibo message

India Today - Arecibo message decoded: Google doodle celebrates anniversary of first interstellar radio message

Wikipedia - KIC 8462852

Wikipedia - Dyson sphere

BBC - O que explica o comportamento de KIC 8462852, a estrela suspeita de abrigar atividade alienígena

Wikipedia - STEREO

The Washington Post - After 2016 rocket explosion, Elon Musk’s SpaceX looked seriously at sabotage

The Guardian - SpaceX's booms and busts: spaceflight is littered with explosions and disasters