• Cultista

Sete Monstros Brasileiros - Bráulio Tavares (resenha)

Quando se pensa em folclore brasileiro, na mente da maioria das pessoas aparecem personagens como o Saci ou a Mula sem cabeça, geralmente caracterizados de forma infantilizada. A obra Sete Monstros Brasileiros traz contos baseados não somente no folclore nacional como em lendas regionais. A coleção foi escrita pelo autor paraibano Bráulio Tavares e publicada em 2014.



Destaco o conto “Bradador” que me fez ir direto para o Google entender melhor essa lenda: trata-se de uma criatura que sai pelas ruas emitindo gritos de horror. Tal entidade nunca foi vista e a sua figura é desconhecida, a lenda é conhecida em algumas cidades dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná.


Outro conto que também me chamou a atenção foi “A Expedição Monserrat”, escrito como um texto jornalístico, que apesar de ter um elemento folclórico nacional, lembra bastante o Incidente do Passo Dyatlov em que nove integrantes de um grupo em uma expedição nos Montes Urais (Rússia), foram encontrados mortos em condições que até hoje não conseguiram ser explicadas.


No posfácio, o autor explica quais mitos serviram de inspiração para as histórias, algumas bem regionais, e confesso que não conhecia nenhuma delas antes de entrar em contato com a obra. A leitura é rápida e agradável.


Além de diversos contos, o autor publicou crônicas, ensaios, poesias, traduções, e um romance de ficção científica intitulado A Máquina Voadora. Bráulio Tavares também fez trabalhos no teatro como ator, dramaturgo e letrista.


Sobre o livro:

Capa comum: 104 páginas Editora: Casa da Palavra

Edição: 1ª (1 de janeiro de 2014) Idioma: Português


Leia a postagem completa sobre o Bradador no blog Clube Brasileiro de Trens Fantasmas neste link.