• Mimi Zanetti

Review: Arquivo X - 3ª Temporada

Agora que chegamos na terceira temporada de Arquivo X é desnecessário falar mais sobre a série pois esta continua seguindo os moldes das temporadas anteriores.



Os agentes Fox Mulder e Dana Scully estão de volta para mais 24 episódios. Vale lembrar que o review é cheio de revelações das temporadas passadas, porém sem spoilers da temporada do post (clique para acessar o review da primeira e da segunda).


Número de episódios: 24

Duração: 45 minutos

Início: 22 de setembro de 1995

Season finale: 17 de maio de 1996


Review completo de cada episódio:


Episódio 1 - The Blessing Way (O Caminho da Cura Parte 2): Com a explosão na aldeia Navajo no season finale da 2ª temporada, Mulder reaparece totalmente debilitado e os indígenas locais zelam por sua recuperação. Enquanto isso, Scully busca por respostas, tendo que confrontar o vice diretor assistente Skinner. Um episódio morno cujo ponto alto é o descobrimento de um chip implantado dentro de Scully.


Episódio 2 - Paper Clip (Operação Clip de Papel Parte 3): Mulder e Scully agora estão juntos novamente em busca da verdade. Surgem mais informações sobre os alienígenas e as vacinas, o próprio governo envolvido até o talo tendo até um médico nazista no meio! Um grande aliado vem à tona. Esse é o último dos três episódios seguidos que contam um pouco mais da mitologia, é bom e chega a empolgar em algumas partes.


Episódio 3 - D.P.O. (O Raio da Morte): o primeiro “Monstro da Semana” da temporada traz dois atores sensacionais, Giovanni Ribsi e Jack Black. Ribisi é um jovem que tem o dom de controlar raios, porém uma paixonite aguda faz com que seus poderes saiam do controle. Um episódio agradável com uma boa trilha sonora que inclui “Hey Man, Nice Shot” do Filter.


Episódio 4 - Clyde Bruckman's Final Repose (O Repouso Final de Clyde Bruckman): um assassino de videntes está à solta, e um homem com clarividência passa a colaborar com os agentes na investigação dos crimes. Um belo episódio com toques de misticismo, humor e poesia, definitivamente um dos meus favoritos. Recebeu um Emmy do Primetime de melhor roteiro em série dramática, e um Emmy do Primetime de melhor ator convidado numa série de drama.


Episódio 5 - The List (A Lista da Morte): um preso condenado à morte é executado na cadeira elétrica, mas não sem antes jurar voltar para se vingar de seus inimigos. Mortes sobrenaturais começam a acontecer. Apesar do episódio ter sido escrito por Chris Carter e ter um gore razoável, considero-o chatíssimo.


Episódio 6 - 2Shy (Tímido Demais): um homem charmoso usa a internet para atrair suas vítimas, moças inseguras que acabam sendo seduzidas e devoradas, no sentido literal mesmo. O serial killer utiliza uma enzima para que possa digerir o corpo de suas vítimas e assim se alimentar. Quando é encontrado um corpo em um estranho estado de decomposição, a dupla de detetives é chamada para a investigação. É um episódio bom e ligeiramente nojento.


Episódio 7 - The Walk (O Passeio): um militar tenta o suicídio, porém é impedido por uma figura “fantasma”. Outros militares passam a ser atacados, e a suspeita recai sobre um ex combatente que perdeu os quatro membros na Guerra do Golfo. OK, próximo!


Episódio 8 - Oubliette (Cativeiro): uma garota é sequestrada, e uma mulher a quilômetros de distância também sente tudo a que a garota é exposta. Mulder descobre que essa mulher já havia sido sequestrada há anos atrás, e suspeita que haja uma conexão entre os dois sequestros. Chatinho.


Episódio 9 - Nisei (Os Japoneses): primeira parte de mais um episódio dedicado à mitologia. Mulder recebe uma fita que mostra “supostos” médicos japoneses fazendo uma “suposta” autópsia em um “suposto” alienígena, porém a gravação da fita é interrompida com a chegada de pessoas armadas (qualquer semelhança com a fita da autópsia alienígena que "bombou" em 1995 não é mera coincidência, inclusive, ela é mencionada). O episódio foi inspirado nas atrocidades da Unidade 731 do Japão durante a 2ª Guerra Mundial, em que eram feitos experimentos químicos e biológicos em humanos.


Episódio 10 - 731 (O Falso Alienígena): continuação do episódio interior, Scully tem mais respostas sobre sua abdução e seu implante. Enquanto isso, o agente Mulder está dentro de um trem do vídeo do episódio anterior, preso com um suposto agente da NSA. Esses dois episódios são importantes por suas revelações, porém não muito empolgantes.


Episódio 11 - Revelations (Revelações): uma série de assassinatos religiosos faz com que o FBI se envolve na investigação, especialmente quando desaparece uma criança que apresenta estigmas (marcas manifestadas no corpo de origem espiritual). Neste episódio temos a inversão de papéis, dessa vez Mulder é o cético enquanto Scully é a que crê, uma situação que se repete mais algumas vezes em outras temporadas. Participações especiais dos atores Michael Berryman e R. Lee Ermey.


Episódio 12 - War of the Coprophages (A Guerra das Baratas): se você sofre de catsaridafobia, pule esse episódio, pois como o próprio nome dele sugere, é cheio de baratas e não faz parte da mitologia da série. Mulder está em Massachusetts investigando aparições de OVNIs, e coincidentemente perto começam a ocorrer mortes associadas a baratas. Scully participa da investigação remotamente de início, porém a histeria coletiva começa a tomar conta da cidade fazendo com que os dois agentes trabalhem juntos na solução do mistério. Por volta de 300 baratas foram usadas nesse episódio. Bom.


Episódio 13 - Syzygy (A Morte Vem do Espaço): supostos cultos satânicos, mortes de dois jovens e duas amigas muito suspeitas. Um episódio bem teenager, o que não deixa de ser interessante, com participação de Ryan Reynolds (sim, o Deadpool) ainda adolescente. Foi escrito por Chris Carter para deixar explícito que Mulder e Scully não são um par romântico (nos anos 90 era ship fortíssimo). Syzygy (sizígia em português) é o termo na astronomia que designa o alinhamento de três corpos celestes.


Episódio 14 - Grotesque (Grotesco): um serial killer é preso e afirma ser possuído por uma força demoníaca, mas mesmo com a sua prisão os crimes continuam a ocorrer. O agente Mulder é chamado para investigar o caso, porém começa a se envolver cada vez mais preocupando Skinner e Scully. Meh.


Episódio 15 - Piper Maru (O Mistério do Piper Maru): primeira parte de dois episódios importantíssimos para a série, em que o óleo negro é mostrado pela primeira vez, vindo de destroços da 2ª Guerra Mundial afundados no mar. O óleo negro é uma entidade alienígena que entra no corpo de humanos e toma seu controle. Mulder vai até Hong Kong investigar, enquanto Scully ainda busca respostas para o assassinato da irmã. Krycek é aquele fantasma que vai e volta, fazendo mais uma aparição na série.


Episódio 16 - Apocrypha (O Mistério do Piper Maru II): Mulder está de volta, Krycek fugiu, e o episódio é uma extensão do anterior. Apesar de meio cansativo, é de extrema importância.


Episódio 17 - Pusher (O Instigador): um homem tem o poder de sugestionar as pessoas através de sons e imagens. Um ótimo episódio.


Episódio 18 - Teso dos Bichos (A Maldição da Múmia): uma urna contendo os restos mortais de uma feiticeira é transportada do Equador para os Estado Unidos, a fim de que seja exibida em um museu. À partir daí ocorre uma série de assassinatos, e adivinhe o/a principal suspeito/a? Muitas pessoas da equipe e do elenco não gostaram do episódio, e eu como telespectadora também não. Em resumo, ninguém gosta desse episódio e ele não deveria existir.


Episódio 19 - Hell Money (Dinheiro Infernal): o episódio gira em torno de uma loteria clandestina envolvendo tráfico de órgãos em Chinatown, São Francisco. Participação especial de Lucy Liu nesse interessante episódio.


Episódio 20 - Jose Chung's From Outer Space (Do Espaço Sideral): para compor seu próximo livro, um escritor procura Scully para pedir mais informações sobre um caso de abdução. A agente mostra que há mais de uma versão da verdade. O tom é levemente cômico.


Episódio 21 - Avatar (Encarnação): o diretor assistente Skinner se mete em uma baita enrascada quando após seu divórcio encontra uma moça atraente e passa a noite com ela. Só que ao acordar, ela está morta com a cabeça virada totalmente ao contrário. Scully e Mulder farão o possível para provar a inocência de seu superior e amigo no FBI. O episódio aborda a lenda da súcubo, uma entidade demoníaca que invade os sonhos dos homens para fazer sexo e roubar energia vital.


Episódio 22 - Quagmire (O Monstro do Lago): um cientista é morto por uma criatura na pequena cidade de Blue Ridge, na Geórgia. O local é conhecido pelas aparições de uma criatura nos moldes do “monstro do Loch Ness” conhecida como Big Blue. Os agentes vão ao local investigar. Um episódio divertido com uma pequena homenagem ao clássico literário Moby Dick.


Episódio 23 - Wetwired (Grampeados): um homem mata sua esposa pensando que ela fosse outra pessoa. Ao visitar a casa do assassino, os agentes descobrem que existem dezenas de fitas com gravações. Scully crê que essas fitas levaram o homem a um comportamento violento, e decide assistir essas fitas e começa a apresentar comportamento paranóico. Um ótimo episódio, e com participação d'Os Pistoleiros Solitários!


Episódio 24 - Talitha Cumi (O Milagre): em um fast food, um homem surta, atira nas pessoas e baleado no peito por policiais. Um homem desconhecido revive o atirador e suas vítimas apenas com o toque de suas mãos, o que desperta o interesse do FBI. Os agentes são enviados ao local para investigar o homem misterioso. Traz informações importantes sobre clones e híbridos humanos-alienígenas. Claro, que essa season finale termina com um gancho para a 4ª temporada, então até à próxima postagem, folks!


Nota geral: 8.0/10


Melhores episódios: 04, 17, 22


Piores episódios: 05, 08, 18


Episódios relacionados à mitologia: 01, 02, 09, 10, 15, 16, 24


“Monstros da Semana”: 03, 04, 05, 06, 07, 08, 11, 12, 13, 14, 17, 18, 19, 21, 22, 23


Fontes:

Wikipedia - The X-Files (season 3)